5 dicas para um cartão de visita eficiente

Em tempos em que a concorrência está cada vez mais acirrada, fazer sua marca ser vista se tornou algo essencial. Uma forma tradicional, mas efetiva, de divulgação de um serviço é o cartão de visita.

A troca de cartões de visita é a maneira mais pessoal de compartilhar informações e ser lembrado no mercado de trabalho. Durante encontros informais, eventos e reuniões os profissionais tem que deixar sua marca e uma lembrança futura, independente de estar representando uma empresa ou atuando como profissional autônomo.

Por isso, é importante que o cartão de visita reflita a imagem que a empresa quer passar para seu cliente, mantendo-se fiel a identidade visual proposta. Se o profissional não valoriza isso, a chance das pessoas descartarem o cartão só aumenta.

Neste post separamos 5 dicas que irão te ajudar a entender a estrutura de um cartão de visita eficiente.

1 – Para que serve um cartão de visitas?

O principal objetivo de um cartão de visitas é informar. Ele é a ligação entre o profissional e o cliente, a principal ferramenta para dar início às relações de networking. Porém, ele não serve apenas para informar seus dados para contato, mas também para influenciar na opinião que o receptor terá em relação a você ou sua empresa.

2 – Selecionando as informações

A primeira etapa a ser feita para a criação do cartão de visitas é selecionar as informações que serão inseridas. Inclua, por exemplo, o logotipo, site da empresa, nome do profissional, cargo que exerce e informações de contato, como número de telefone e e-mail.

É importante colocar apenas os contatos que você mais utiliza, não adianta colocar um e-mail sendo que você não o acessa com frequência, não é mesmo?

3 – Escolha o modelo que melhor se encaixa ao seu negócio

No mercado existem diversos tipos de papéis, mas os que são utilizados tradicionalmente em cartões de visita são o couchê, supremo ou o reciclato. Cada um desses papéis tem sua finalidade particular, o papel supremo, por exemplo, é mais utilizado por quem deseja escrever alguma informação no verso do cartão, já o reciclato tem um intuito mais sustentável.

O que vale é avaliar qual impacto você pretende causar nas pessoas que receberem seu cartão de visitas.

4 – Cuidado com o destaque de informações

É interessante ter um elemento de destaque em seu cartão, seja o logotipo da empresa ou até mesmo seu nome, escolha um único elemento principal e trabalhe a harmonia do cartão a partir disso. Uma breve descrição do que sua empresa faz ajuda na identificação, mas cuidado pra não transformá-lo em algo desagradável e confuso visualmente. Lembre-se que menos é mais e que cartão de visita não é um panfleto de divulgação, por isso seja objetivo.

5 – Garanta qualidade na produção

De nada vai adiantar projetar seu cartão de visitas com toda atenção aos detalhes e a impressão ficar ruim, certo? Por isso, escolha sempre uma gráfica de confiança, que te auxilie no processo da impressão do começo ao fim, para que não haja nenhum tipo de problema.

Aqui na Sete Belo estamos sempre à disposição para esclarecer qualquer dúvida referente ao processo de produção de cartões de visita, desde a criação da arte até o acabamento final.



Deixe uma resposta